FAQ

Como usar a função de frenagem CC (DC Brake) do C2000 e MS300?
Como usar a função de frenagem CC (DC Brake) do C2000 e MS300?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A função de freio CC serve para induzir uma tensão contínua no inversor com um objetivo de travar os polos do motor de indução e assim frear a movimento do motor.

A função de freio geralmente é usada na desaceleração, porem também pode ser usada na aceleração em aplicações de elevação.

Para executar a função de frenagem necessita de 3 informações:

1 – Porcentagem de corrente a ser injetada

2 – Tempo de injeção

3 – Frequência de início da injeção

Consulte as configurações de parâmetro a seguir para frenagem DC.

Este parâmetro define o nível da saída de corrente de frenagem DC (em porcentagem) para o motor durante a partida e a parada. Quando você define a porcentagem da corrente de frenagem DC, a corrente nominal é considerada 100%. Comece com um nível baixo de corrente de frenagem DC e aumente-o lentamente até que o torque de frenagem adequado seja alcançado. No entanto, para evitar queimar o motor, a corrente de frenagem DC NÃO pode exceder a corrente nominal. Portanto, NÃO use o freio DC para substituir um freio mecânico, caso contrário, podem ocorrer ferimentos ou acidentes.

Durante a aceleração se a inercia ou se o peso da carga for grande o motor pode na aceleração não ter força no início do devido a forças externas ou à inércia do próprio motor. Esse parâmetro define o tempo que a corrente será injetada na partida do motor (aceleração). Este parâmetro emite corrente DC, gerando torque para forçar ou na aceleração para obter uma partida estável antes da operação do motor. Este parâmetro determina a duração da saída de corrente de frenagem DC para o motor. Definir este parâmetro como 0,0 desativa o freio DC na inicialização. Se você usar o inversor com o motor girando, isso pode causar danos ao motor ou acionar a proteção do inversor devido ao excesso de corrente.

O motor pode continuar girando depois que a rampa de desaceleração acaba, mesmo o inversor ter parado o movimento o motor pode continuar girando devido a forças externas ou à inércia do próprio motor. Esse parâmetro define o tempo que a corrente será injetada. Este parâmetro emite corrente DC, gerando torque para forçar a parada do motor na desaceleração.

Este parâmetro define o tempo que a corrente será injetada, gerando torque para forçar a parada do inversor depois que o inversor interrompe a saída para garantir que o motor pare. Definir este parâmetro como 0,0 desativa o freio DC na parada. Se você usar o inversor com o motor girando, isso pode causar danos ao motor ou acionar a proteção do inversor devido ao excesso de corrente.

Este parâmetro determina o início da frequência que será injetada no inversor. Quando esta configuração é menor que Pr.01-09 (Frequência de inicialização), a frequência de partida do freio DC começa na frequência mínima.

O diagrama de sequência do freio DC é o seguinte.

Use o freio DC antes de ligar o motor quando a carga é móvel na parada ou quando há elevação, ventiladores e bombas. O motor está no status de operação livre e em uma direção de rotação desconhecida antes da partida do inversor. Execute o freio DC antes de ligar o motor.

Use o freio DC na parada quando precisar frear o motor rapidamente ou controlar o posicionamento ou quando a força da desaceleração não for suficiente para parar a inercia do motor, como com guindastes ou máquinas de corte.

Endereço

São José dos Campos
Estrada Velha Rio-São Paulo, 5300
Eugênio de Melo | São José dos Campos
CEP: 12247-004 | SP – Brasil

Contato

POLÍTICA DE COOKIES. Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.

Entre em contato conosco

Envie suas dúvidas preenchendo o formulário