FAQ

Como configurar o AS00SCM-A como (RIO) via CANopen (DS301)
Como configurar o AS00SCM-A como (RIO) via CANopen (DS301)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Introdução

O módulo de comunicação AS00SCM-A no modo remoto (RTU) mais cartão de comunicação AS-FCOPM, possibilita a utilização junto com equipamentos de outras séries (Ex.: DVP) e com dispositivos de terceiros que trabalham com CANopen (DS301). Ao usar o CLP Delta como CPU, deve-se usar o CANopen Builder para configurar a rede e realizar os mapeamentos dos equipamentos na rede.

Obs.: Sempre será necessária uma CPU AS para configurar o SCM antes de ser utilizado.

Configuração

Quando o cartão de comunicação AS-FCOPM trabalha junto o CLP da série AS, ele suporta três tipos de modos (RTU) remote terminal unit: “AS Remote Communication”, “CANopen DS301 Mode” e “Delta Special Driver & AS Remote Mode”. Use a chave FORMAT1 para selecionar entre os três modos (RTU) remote terminal unit.

A. FORMAT 1: Chave de seleção da configuração do modo de comunicação (RTU).

B. ID1/ID2: Chave de seleção da configuração do endereço (ID de rede).

  • ID1: (0 ~F) recomendado deixar igual a “0”.
  • ID2: (0 ~F) endereço do escravo.

C. FORMAT2: Chave de seleção da velocidade da comunicação (RTU).

D. Modo (COM): O AS00SCM-A funcionará como um módulo de comunicação e será alimentado pelo barramento da CPU.

Modo (RTU): O AS00SCM-A funcionará como uma unidade remota e deve estar desencaixada da CPU e com alimentação independente.

Identificação e Configuração do Hardware

Antes de utilizar o módulo AS00SCM-A como uma unidade remota de I/O (RIO), deve-se fazer o download das configurações dos módulos com o auxílio de uma CPU AS. Para isso, siga os passos abaixo.

  1. Com o AS00SCM-A desacoplado da CPU AS, ajuste as chaves de seleção: ID1 = 0, FORMAT1 = 0 (AS Remote Communication), ID2 = 1 (endereço) e FORMAT2 = 7 (1000kbps).
  2. Conecte os cabos CANopen entre o AS00SCM-A e a CPU AS, encaixe os módulos de I/O, mude a chave para o modo RTU e alimente o módulo.
  3. Abra o ISPSoft (V3.11 ou superior) e ajuste as configurações de hardware em HWCONFIG.
  4. Dentro do HWCONFIG, caso seja a primeira vez que estiver configurando a CPU, faça o Scan, caso contrário faça o Upload das configurações da CPU, pois o Scan sobrescreve todas as configurações anteriores.
  5. Dê um duplo clique na CPU para abrir a área de edição.
  6. Acesse o menu Function Card 2 Setting.
  7. Dentro do menu, ajuste AS-FCOPM Working mode: AS Remote Communication. Este será o modo de comunicação para descarregarmos as configurações dos módulos.
  8. Ajuste AS Remote module No. com a quantidade AS00SCM-A que estarão trabalhando em modo RTU na mesma rede CANopen. No caso do exemplo será 1.
  9. Ajuste a velocidade de comunicação em AS-FCOPM Bit Rate de acordo com o comprimento da rede CANopen. Esse valor deve ser o mesmo configurado no AS00SCM-A. Consulte a tabela FORMAT2 para maiores detalhes. No caso do exemplo, será configurado como 1000kbps.
  10. Após isso, o AS00SCM-A aparecerá conectado na CPU no HWCONFIG. Adicione os módulos que estarão acoplados utilizando a lista de produtos. Caso adicione um módulo de I/O que não existe no AS00SCM-A, o mesmo apresentará erro.
  11. Faça o download das configurações.
  12. Neste momento, a CPU e o AS00SCM-A estarão se comunicando através do modo AS Remote Communication.
  13. Para trabalhar na rede CANopen DS301, agora ajuste as chaves de seleção: ID1 = 0, FORMAT1 = 4 (DS301), ID2 = 2 (endereço) e FORMAT2 = 7 (1000kbps). Obs.: O endereço deve ser maior que 1 pois, por padrão o endereço do cartão AS-FCOPM da CPU é 1 (AS-FCOPM node ID).
  14. Após ajustar as chaves de seleção, deve-se desligar e ligar o AS00SCM-A para que as configurações sejam aceitas.
  15. Agora dentro do HWCONFIG, ajuste AS-FCOPM Working mode: DS301 e mantenha o valor configurado em AS-FCOPM Bit Rate.

Se após os passos acima o LED de erro do AS00SCM-A estiver piscando, refaça os passos acima, pois é provável que algum módulo de I/O foi configurado errado ou não está acoplado.

Configurando o CANopen Builder

1. Dentro do HWCONFIG, clique com o botão direito do mouse no cartão AS-FCOPM da CPU para acessar o menu.

2. Abra o CANopen Builder (AS-FCOPM).

3. Dentro do CANopen Builder, fique online e faça o Scan da rede. O AS00SCM-A aparecerá com o ID2.

4. Clique com botão direito no AS00SCM-A e abra as propriedades para mapear os PDOs dos I/Os dos módulos.

5. Dentro das propriedades do AS00SCM-A, adicione os PDOs de acordo com a função desejada e mapeie os PDOs de cada módulo.

6. Depois dê um duplo clique na CPU para abrir as propriedades.

7. Dentro das propriedades transfira os nós disponíveis (Available Nodes) para a lista de nós (Node List). Todos PDOs serão direcionados para os endereços sequenciais.

8. Depois de mapeados, faça o download da nova configuração.

9. Agora já se pode ler e escrever na lógica de programação do CLP utilizando os endereços mapeados.

Esse mesmo procedimento pode ser feito para adicionar outros equipamentos na rede. No CANopen Builder também é possível importa arquivos EDS de outros fabricantes.

Endereço

São José dos Campos
Estrada Velha Rio-São Paulo, 5300
Eugênio de Melo | São José dos Campos
CEP: 12247-004 | SP – Brasil

Contato

POLÍTICA DE COOKIES. Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.

Entre em contato conosco

Envie suas dúvidas preenchendo o formulário